18 de março de 2016 Antonio Jr

Pense fora da caixa

Pense fora da caixa

Quem acredita que não há algum tipo de transformação no curso da vida é um “ser morno” e não tem a condição de justificar a sua passagem por esse plano. Todo ser humano deveria ter um propósito de vida, pois é isso que justifica nossa essência e existência. São os propósitos que conduzem o nosso caminho e que nos brindam com momentos de escolhas e reflexões. Reflita!

Ser assertivo nos dá confiança para tomar decisões que fogem aos padrões estabelecidos pelos outros, é o primeiro passo para uma vida de atitudes mais concisas e preparadas. Prepare-se!

Tente mentalizar um processo de mudança. Faça diferente do senso comum. Busque novas possibilidades, se entregue ao processo e não se esqueça que isso é um exercício constante e que deve ser praticado dia a dia. Pratique!

Escritores, cientistas, empresários buscam inspirações para suas obras, suas pesquisas e suas ações. Pensar fora da caixa é fazer algo diferente do que todo mundo faz. É estar em um melhor ângulo e olhar de fora. É a partir desse princípio que os objetivos são alcançados. Faça!

No campo corporativo, a evolução dos processos administrativos fazem com que o profissional criativo tenha destaque. Afinal, no dinâmico mundo dos negócios, não estar preparado para escolhas e decisões é um fator limitante ou até mesmo excludente. Fortaleça-se!

A zona de conforto é um ambiente controlado e conhecido por você. Não necessariamente deve ser confortável, agradável ou positivo, também pode ser negativo, como por exemplo a enorme fila de um banco ou o mau humor do seu chefe. Pense que se o ambiente é conhecido você ainda está em sua zona de conforto e dificilmente conseguirá pensar fora da caixa. Mude!

Fazer algo diferente, mudar a rotina, modificar seu espaço é uma das ações que elevam o grau de inspiração. Exercitar a troca de ambiente favorece o seu cérebro a entender que deve trabalhar por algo novo.  É colocar em atividade o lado direito do cérebro, responsável pela criatividade em ação. Inspire-se!

Mergulhe na zona do aprendizado, pois é onde buscamos novos conhecimentos. Conhecer uma nova cultura em uma viagem ou fazer uma aula de música, por exemplo, enriquecem sua maneira de pensar e enxergar o mundo. Mova-se!

Existe a tensão emocional que te puxa para a zona de conforto e a tensão criativa que te move para fora dela. A tensão emocional traz com ela, o medo que deve ser conhecido e trabalhado. A motivação é uma arma poderosa para combater a tensão emocional a favor da tensão criativa, pois você deve acreditar que é você quem está no controle, com isso sua auto estima cresce e as oportunidades aparecem. Envolva-se!

Tudo isso é um ciclo que continuará rodando até que você, gradativamente, se transforme em uma pessoa fora do comum, do normal e da caixa. São hábitos que devem ser trabalhados.

Logo abaixo algumas ideias de coisas para fazer e se inspirar a sempre pensar fora da caixa, são elas:

Conhecer: O que entra nos nossos ouvidos podem mudar, isto é, transformar nossas atitudes. Pessoas com pensamentos e culturas diferentes podem contribuir muito para nosso aprendizado.

Fora da Caixa

Ver: enxergar o que acontece a nossa volta e o comportamento das pessoas, sem inferir, julgar ou questionar. Tente fazer dos olhos uma ferramenta de apuração de conteúdo.

Falar: você deve filtrar e conter a sua fala, pois ela pode te condenar.

Sentir: sinta-se aberto ao mundo. Livre-se daquilo que te prende na mesmice. Tabus e preconceitos devem ser eliminados.

Pensar: leia livros, veja filmes, escute música, frequente espetáculos e sinta a natureza.

Escrever: ideias, frases ou qualquer coisa que te remeta a algo novo. Esteja sempre com papel e caneta por perto para não desperdiçar ideias.

 

Ouça também meus Podcasts!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *